Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

GASTRONOMIA

Terras de planaltos xistosos e de encostas graníticas por onde serpenteiam correntes de águas límpidas, a Região do Douro é um paraíso de caça do monte e de peixes do rio. A sua famosa gastronomia típica é uma centelha de boa e variada comida: o pão regional da Lapa (Sernancelhe) acompanha os enchidos caseiros; o cabrito assado em antigos fornos de lenha, orgulho de Armamar e de toda a Região é uma alternativa às trutas do Varosa, do Balsemão e do Vilar. Os torresmos à moda de Cinfães, os milhos da Meda, o coelho bravo com míscaros dos prados de Moimenta da Beira, o bazulaque de carnes de Tarouca e as divinais bôlas de Lamego completam a boa mesa duriense.






Mas tudo estaria incompleto sem a doçaria regional. As receitas conventuais dos antigos conventos e mosteiros, os doces de amêndoa de São João da Pesqueira, as cavacas de Resende e o bolo-rei de Tabuaço, fazem as delícias do paladar e enchem o olhar. Depois as sumarentas frutas. Maçãs, pêras, laranjas e extensos pomares; cerejas e muitas e saborosas castanhas dos soutos de Penedono.


"São estes segredos de paladares imemoráveis, uma paleta de aromas e sabores, que perpetuados de geração em geração conferem hoje, vida ao património gastronómico do Douro."